São Bernardo do Campo (SP) - Foi nos pênaltis mais uma vez que a equipe da APADV/São Bernardo saiu vitoriosa. Neste domingo pela manhã, a grande final contra o forte time da AGAFUC que tinha no elenco Ricardinho, o melhor do mundo da modalidade e principal nome da seleção paralímpica, foi emocionante.

Depois de zero a zero no tempo normal, prorrogação. Na prorrogação, mais uma vez o empate sem gols. Nos pênaltis e com grande atuação do goleiro Vinícius novamente, o time são-bernardense venceu por 2 a 0, levanto o título da competição e a vaga para o Brasileiro da modalidade da Série A, o mais importante do país.

"Foram quatro anos perdendo para eles, uma hora tinha que virar. Agora chegamos mais próximos. A APADV está iniciando um trabalho cada vez mais sério. Campeões do Regional e vamos muito forte para o Brasileiro. Mostramos garra e determinação. Nossa marcação deu certo e conseguimos chegar lá. Foi um jogo de xadrez", comemorou Ivan Oliveira, diretor de projetos da APADV.

Ivan, também destacou a decisão nos pênaltis. "Aumentou a pressão, tínhamos para defender dois goleiros bons, os dois de seleção. E pênalti é assim, sorte a nossa que conseguimos marcar os gols. Tenho que agradecer a secretaria de esportes de São Bernardo pela organização, à CBDV que nos ajudou e acreditou na nossa estrutura e claro, aos nossos patrocinadores".

O técnico da equipe, Ricardo, fez questão de exaltar o título em casa. "Muito importante esse título, vencemos o time que é o atual campeão brasileiro, que é a base da seleção. Ganhar em casa é bom demais, agora é comemorar por que já é um preparo para o campeonato brasileiro", finalizou. O goleiro da APADV/São Bernardo, Vinícius, foi eleito o melhor da competição. Ele e o jogador Gledson foram convocados para mais uma fase de treinamento da seleção brasileira paralímpica no final deste mês.